Pacientes

 

Dor mamária

Enviado dia 07/11/2012 às 21:43:39

 

A dor mamária ou mastalgia é uma causa frequente de consulta ao Mastologista, interferindo na qualidade de vida e no cotidiano da mulher. Acarreta angústia e ansiedade, já que frequentemente é associada de forma equivocada ao câncer de mama.

Dados na literatura mostram que 65-70% das mulheres apresentaram um episódio de dor mamária em algum momento da vida, iniciando principalmente com o início da menstruação. Os fatores desencadeantes não são bem estabelecidos, mas aparentemente apresenta influência marcante da flutuação hormonal habitual ocorrida durante o período do menacme, ou seja, período em a mulher apresenta ciclos menstruais e dimimui consideravelmente após a menopausa.

Apesar de associação frequente pelas pacientes, o câncer de mama está pouco associado à dor mamária, em menos de 2% das vezes. A dor mamária pode estar associada ao uso de medicamentos, principalmente as terapia de reposição hormonal e anticoncepcionais hormonais, bem como um trauma mamário e mastite. Pode estar associada a causas não mamárias como dores osteomusculares, além de causas cardíaca, pulmonar e gástrica .

A dor mamária geralmente é um processo benigno e autolimitado, necessitando uma avaliação clínica detalhada, seu principal tratamento é a orientação verbal sobre seu caráter autolimitado e sobre a ausência de relação com o câncer de mama, resolvendo o problema em 90% das mulheres. Além do uso de anti-inflamatórios na fase aguda, mudanças comportamentais também influenciam de forma benéfica como o uso de sutiã esportivo, compressas frias, dieta livre de gorduras e exercícios físicos. Já o tratamento farmacológico preferencial nos casos refratários consiste de um bloqueio hormonal principalmente com o uso de tamoxifeno na dose de 10 mg/dia.

 

 
« Voltar

Caxias do Sul - RS
Moreira Cesar, 2715 - Sala 84
CEP: 95034-000
Fones (54)3223.4888 | (54)3028.7414

Bento Gonçalves - RS
Rua José Mário Mônaco, 227
Centro Profissional Serrano- sala 1002
Fone (54) 3702-7965